Notícias

Qual a importância do médico infectologista e quando consultar um?

O infectologista é o especialista no processo de diagnóstico, tratamento e acompanhamento das pessoas afetadas pelas enfermidades de infecção. Vale citar que hoje as doenças infecciosas são as grandes responsáveis pela maioria das consultas médicas e pelas visitas ao pronto-socorro. Mas, por conta da carência desse tipo de médico em algumas regiões do país, e à ausência de conhecimento por parte da população sobre a finalidade do infectologista, a maioria dos pacientes é atendida por profissionais de outros campos. Por ser um médico habituado a lidar com enfermidades situadas em diversos órgãos do corpo, o infectologista também possui uma visão geral do paciente. O que de certa forma faz com que ele pratique o campo de clínica geral.

Quando consultar um infectologista?

A negligência sobre a área de atuação do infectologista faz com que geralmente a comunidade busque outras especialidades da medicina quando são afetados por alguma doença infecciosa. Ou seja, se alguém suspeita que esteja com pneumonia, normalmente procura um pneumologista, ou com cistite, um urologista, e assim segue. Isso porque como as infecções prejudicam certo órgão, o paciente, por intuição, procura o médico responsável por essa parte do corpo. Mas, o que acontece é que mesmo que estes profissionais sejam capacitados a solucionar o caso, o especialista buscado é o responsável pelo órgão acometido. Dessa forma, não é raro que os quadros que chegam ao médico infectologista são indicados por outros especialistas. Nessas situações há atraso de diagnóstico ou os pacientes só aparecem apenas quando surgem complicações mais sérias.

Como é a consulta com o infectologista?

Normalmente o especialista faz um repasse do histórico clínico da pessoa. Ele ainda analisa radiografias e exames laboratoriais. Em alguns casos o médico pode fazer um exame físico para auxiliar na definição da causa da doença. O especialista pode ainda pedir exames adicionais para a detecção dos anticorpos com capacidade para apontar o tipo de infecção do paciente.

Os tratamentos compreendem uso de medicamentos para interromper o processo de infecção e evitar seu retorno. Os mesmos podem ser ministrados via oral ou pela veia. Vale ressaltar que o infectologista pode também indicar uma série de vacinações, uma das estratégias mais eficientes para atuar na prevenção de enfermidades infecciosas.

O ideal é procurar o médico infectologista logo que você desconfiar que esteja com alguma doença. Ele certamente vai recomendar alguns exames para um melhor diagnóstico do seu problema. Dessa forma você pode iniciar o tratamento o mais rápido possível para a solução do quadro. Não deixe de procurar o especialista quando suspeitar de algo. Lembre-se que se houver algum problema, a descoberta precoce aumentam as chances de cura.

 

FONTE: SISTEMA INTEGRADO DE SAÚDE

Em 3 de Abril de 2018 por admin